top of page
  • Foto do escritorDra Naiara Dalaqua

Por que fazer um banco de colágeno?

Saiba como fazer uma reserva de colágeno!


O colágeno é uma proteína essencial para a saúde e a beleza da nossa pele, pois é responsável por dar firmeza, elasticidade e hidratação. Além disso, o colágeno também beneficia os cabelos, as unhas, as articulações e os ossos. No entanto, a partir dos 30 anos, a produção natural de colágeno pelo nosso organismo começa a diminuir, levando ao aparecimento de rugas, flacidez, ressecamento e outros sinais de envelhecimento.

 

Mas e se pudéssemos criar uma reserva de colágeno no nosso corpo, para retardar ou prevenir esses efeitos indesejados? Essa é a ideia por trás do conceito de banco de colágeno, uma tendência que vem ganhando cada vez mais adeptos entre as pessoas que se preocupam com a sua aparência e bem-estar.


Dra, o que é o banco de colágeno?


O banco de colágeno é uma forma de estimular a produção e o armazenamento de colágeno na pele, por meio de tratamentos que usam substâncias chamadas de bioestimuladores. Os bioestimuladores são compostos biocompatíveis e biodegradáveis, que são injetados na derme (a camada mais profunda da pele) e que provocam uma reação inflamatória controlada, que ativa as células responsáveis pela síntese de colágeno e elastina.


Dessa forma, os bioestimuladores não só preenchem as áreas onde são aplicados, como também induzem a formação de novo colágeno, que vai se acumulando ao longo do tempo, criando uma espécie de poupança dessa proteína. Assim, o banco de colágeno funciona como uma forma de antecipar e prevenir o envelhecimento da pele, mantendo-a mais firme, lisa e jovem.


Como fazer o banco de colágeno?


Existem vários tipos de bioestimuladores disponíveis no mercado, mas os mais usados são o ácido poli-L-láctico (Sculptra®) e a hidroxiapatita de cálcio (Radiesse®). Ambos são injetados na pele com agulhas ou cânulas, em sessões que duram cerca de 30 minutos e que podem ser feitas no consultório médico, com anestesia local.

 

O número de sessões e a quantidade de produto aplicado dependem da avaliação do dermatologista e do objetivo de cada paciente, mas em geral são recomendadas de duas a quatro sessões, com intervalos de um a dois meses entre elas. Os resultados começam a aparecer após a segunda sessão e podem durar até dois anos, dependendo do metabolismo de cada pessoa.


Onde é possível estimular colágeno?


Os bioestimuladores podem ser usados em diversas áreas do corpo, como rosto, pescoço, colo, braços, abdômen, coxas e glúteos, e também podem ser combinados com outros tratamentos, como toxina botulínica, preenchimento, peelings e lasers, como o Fotona e Liftera para potencializar os efeitos.


Quais são os benefícios e os cuidados do banco de colágeno?


- Aumento da firmeza e da elasticidade da pele;

- Redução das rugas e das linhas de expressão;

- Melhora da textura e da hidratação da pele;

- Recuperação do volume e do contorno facial;

- Combate à flacidez e à celulite;

- Estímulo à renovação celular e à cicatrização.


Os cuidados do banco de colágeno são:


- Evitar a exposição solar e usar protetor solar diariamente;

- Manter uma alimentação equilibrada e rica em vitaminas, minerais e antioxidantes;

- Beber bastante água para hidratar a pele de dentro para fora;

- Praticar exercícios físicos para melhorar a circulação e a oxigenação da pele;

- Evitar o tabagismo, o álcool e o estresse, que aceleram o envelhecimento da pele;

- Fazer manutenções periódicas com a dermatologista, para prolongar os resultados.


Todos podem fazer o banco de colágeno?


O banco de colágeno é indicado para pessoas que querem prevenir ou tratar os sinais de envelhecimento da pele, mas que não desejam fazer cirurgias plásticas ou procedimentos mais invasivos.

O ideal é que o tratamento seja iniciado a partir dos 25 a 30 anos, quando a produção natural de colágeno começa a diminuir, mas também pode ser feito em idades mais avançadas, com resultados satisfatórios.

 

O banco de colágeno é contraindicado para pessoas que têm infecções de pele, alergia aos componentes dos bioestimuladores, doenças autoimunes, gravidez ou amamentação. Por isso, é fundamental consultar um dermatologista de confiança antes de realizar o procedimento, para avaliar a indicação, os riscos e os benefícios do tratamento.


Naiara Dalaqua: dermatologista em Três Lagoas


Tem alguma dúvida ou quer saber mais um pouco sobre como montar um banco de colágeno? Entre em contato conosco! Ah, não se esqueça de me seguir no Instagram, @naiaradalaqua. Clique aqui para agendar a sua consulta conosco, será um prazer lhe atender e receber em nossa clínica!

Posts recentes

Ver tudo
whatsapp (3).png
bottom of page